Chico Whitaker
   
 
Estantes
Chico Whitaker?
O que são estas estantes?
Combate à corrupção
Direitos Humanos
Educação, mobilização e organização popular
Fórum Social Mundial
Iniciativas politicas
Jornadas Internacionais - Superando as Dominações
Livros e artigos
Na Camara Municipal de São Paulo
Na Igreja
No Partido dos Trabalhadores
Novos movimentos sociais (indignados, occupy)
Participação popular
pequenas reflexões
Planejamento
Por um Brasil livre de usinas nucleares
Redes
Reforma Política
Vídeos
X - Artigos citados em meus textos
 

As notas que aparecem nas colunas abaixo apresentam os três últimos textos que escrevi, ou textos antigos que reencontrei (para ler o texto todo, clique no titulo). Os demais podem ser encontrados nas estantes correspondentes ao assunto de que tratam ou ao contexto em que foram escritos, como também por meio da ordem "Buscar", aqui acima, escrevendo o assunto no espaço em branco. 


Esses textos podem ser reproduzidos à vontade. Basta indicar a fonte.


NOVIDADE: fui supreendido pela quantidade de videos que se encontram no YouTube com entrevistas e palestras minhas. Decidi então colocá-los à disposição dos interessados (sem separá-los por lingua) numa nova estante: VIDEOS,

 


O titulo completo deste texto (de 5 páginas) é "Porque opor-se a usinas nucleares? Da inquietação ao pânico. Ou à indignação?" Ele foi enviado no dia de hoje (05/01/2015) aos meus amigos em geral, como um voto de Ano Novo. Uma pequena nota introdutoria justifica porque mandei, numa data como esta, um texto sobre um assunto tão longinquo para a grande maoria dos brasileiros. Nele juntei uma serie de argumentos para responder à primeira questão do seu titulo. E ele termina da seguinte forma: 


Mas não podemos entrar em pânico. Temos que passar da angustia à indignação, frente à irresponsabilidade (ou, no mínimo, a inconsciência) com que as “autoridades constituídas” tratam dessas questões. E temos urgência em passar da indignação à ação, na luta contra a insanidade.


Terão as “autoridades” brasileiras um dia a coragem de tomar a decisão de eliminar da nossa matriz energética a opção da energia nuclear, antes que seja tarde demais? Precisarão, tristemente, do argumento dos fatos? Conseguirá nossa sociedade, apesar de tudo isso lhe parecer tão longínquo, pressionar essas “autoridades” para que assumam sua responsabilidade, em vez de deixar que as coisas aconteçam?




 





Fiz em Outubro de 2014, em pleno período de campanha eleitoral, uma viagem inesperada de sete dias ao Japão – mais especificamente a Fukushima, onde ocorreu o acidente nuclear de 2011. O programa foi carregado demais para conseguir fazer o que pretendia: mandar aos amigos mais curiosos, ao longo da viagem, pequenos bilhetes com relatos do que via. Mas anotei o que pude e os escrevi depois de voltar. E os divulgo agora, já depois do segundo turno das eleições, esperando que um dia os riscos inerentes ao uso da energia nuclear para produzir eletricidade recebam de nossos governantes a atenção que merecem.



Us entreguem la conferencia sencera de en Francisco Chico Whitakuer dins del marc del 3er Seminari Internacional de convivència Planetària:Construïm una Biocivilització organitzat por l’Associació IMAGO Catalunya al mes d’abril de 2014







 

Antes de criar este site experimentei um blog, com o mesmo objetivo de tornar mais accessiveis, para mim mesmo e para outros, os textos que escrevo. Mas um blog serve melhor para comunicadores, que continuamente informam e analisam os fatos que estão acontecendo. Além disso, abrem espaço para comentários que naturalmente esperam por respostas. No meu blog mal consegui responder a quem me escreveu, além da dificuldade em mantê-lo atualizado. Por isso passei a este site, que vai mais devagar e pode até juntar uma poeirinha em cima... Mas como ele não é interativo, deixo aqui meu endereço na Internet para quem quiser se comunicar comigo (chicowf@uol.com.br). E mantenho um blog, somente em português, com artigos de um tipo especial, como indica o titulo do blog:senospermitemsonhar.wordpress.com. Esses artigos tambem vem, depois, para as estantes.

 
www.chicowhitaker.net